quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Os lírios e a desitência




"Podemos fazer uma analogia do lírio e do lago, por ser muito instrutiva. A questão é a seguinte: supondo que no trigésimo dia um lago estaria cheio de brotos de lírios e que estes se duplicariam a cada dia; em qual dia o lago teria apenas a metade de sua superfície coberta de lírios? A resposta é surpreendente: no 29º dia! Até mesmo meia hora antes do sucesso ele lhe passará despercebido" Sakar

Nenhum comentário:

Postar um comentário